quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Eu sou... Clive B. Capítulo Décimo: Uma Pessoa a Qual eu Amaria, Se Acreditasse Nessas Coisas...

"Talvez você tenha chegado num ponto muito alto. Onde sua casa queimou sem que você percebesse e as multidões deram vez ao vácuo montanhesco da solidão. Mas as perguntas continuam. Aaahh não, elas nunca param! E mesmo com estas ruínas e pedaços pendurados, você ainda se pergunta se esta é a hora de insistir ou deixar morrer. "


Ele queria uma fórmula, um conceito. Eu inovei todos os ares e respirei por ele, quando mal conseguia por mim mesmo. Agora eu não posso dar dicas, mostrar flechas, entregar-lhe um mapa. Eu já dei mais de mim do que daria pra qualquer um, normalmente. Mas nesse tempo, meu eixo entre a normalidade e o paradigma se confundiu bastante. Eu já nem sei mais o que eu queria. E claro, o porquê. As perguntas, sempre elas. Me paralisam. Me consomem. E no silêncio da ausência de resposta, nossas mãos se desprenderam, e seus olhos perderam o sentido pra mim. Eu o atropelei, antes que me ferisse. Eu não tinha uma segunda chance, não podia errar de novo. Então, ataquei.


Algumas dúvidas do passado devem ser enforcadas, antes que elas retornem. Em alguns momentos até nos iludimos com a possibilidade de reatar e consertar gestos e ações que não foram bem sucedidas. Mas as coisas não têm que dar sempre certo. Não precisam estar corretas. Nem sentido elas precisam ter. E persistir numa má escolha, te leva pra um caminho irremediável. Seja forte! Seja aquilo que você sempre sonhou. Só dessa vez, não dê as costas. Não ignore. Encare. Pela última vez. Dê a pá de areia que esta vida necessita. Afogue esta ansiedade. Beba. Consuma-a. Entre no próximo bar e dê um jeito.
Todas essas palavras que eu gritava, emudeceram enquanto os olhos reabriram pra mim, e as mãos tocaram as minhas, de novo.



Eu comi as rosas mesmo não saboreando-as, me embriaguei de esperanças como nunca tivera feito, e fiz desejos lançados a algo maior, soberano, transcendental. Queria uma voz que me ouvisse. Naturalmente isso me incomodaria. Mas eu quis experimentar a sorte infantil, o contragosto desse duelo com a verdade.



Mas quer saber? Eu sou Clive. Não preciso de jogos, nem de duelos. Não tenho que provar nada, nem a mim mesmo. Deixo que meus medos falem alto, grito, corro, bato, xingo. Sou quente como as lâminas de uma espada que ringem no chão, em plena guerra. Sou aço e rocha. Eu bebo os problemas e os amores. E se duvidar, ainda brindo com um desconhecido antes de devorá-lo. Eu mostro a face da sedução, do convite imprudente, sacana. Eu mordo lábios, e deles nunca mais saio. E se quiseres amor, ache um motivo para gostar de si mesmo, porque eu transbordei minhas fichas na última máquina, peguei um táxi sem dinheiro pra pagar, e ainda consegui uma noitada com o motorista. Porque eu abuso das possibilidades e vejo sexo em quase tudo. Então se você quiser alguém de fato, venha mais perto e lamba meu pescoço, porque hoje eu serei o seu amor e o seu benzinho. Só não espere considerações e um anel de compromisso.


Porque minhas noites são cheias, mas pela manhã minhas palavras são vazias.

25 comentários:

  1. esse layout é novo né?
    curti :)
    bjs
    www.martinanasviagens.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. _Eu mostro a face da sedução, do convite imprudente, sacana. Eu mordo lábios, e deles nunca mais saio...
    Muiiito bom, é uma delícia andar por aqui e encontrar um texto realmente enriquecedor para o mundo dos bons blogs, o tio Castanha já é um fã desta página q está cada dia melhor, vc realmente está muiiito bom, receba um gauchesco e fraterno abraço do tio Castanha.

    ResponderExcluir
  3. Clive Meu Querido Amei este teu post sempre muito inteligente e verdadeiro são pensamentos que concluis tão bela e fortemente que nos faz refletir...Acontecem no cotiano e muitas vezes passam desapercebido na correria do dia a dia mas deveriam sem mais refletidos um grande abraço e o meu carinho amigo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto, Luiz! Abraços e tudo de bom.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite clive....naoesperava outra continuacao,
    Tinha que ser desse jeito.
    , sofreu por amor e agora vive na defensiva, nao
    Acredita em mais nada a nao ser no seu vicio a bebida,
    Que o deixa zen, fora da realidade, inventando novos amores,
    so para afastar a solidao. Concordo quando éle diz que a vida ta ai para ser vivida do jeito que acharmos melhor, mas se afundando no vicio, a realidade e outra...estou adorando te ler mesmo porque conheco pessoas parecidas com o clive....to viajando muito??
    Nao faz mal, pois to adorando a leitura...abracos e esppero continuacao

    ResponderExcluir
  6. Acho que isso é próprio de quem lê ou escreve muito e vai dormir tarde. A cabeça fica à mil durante a noite e pouco funciona durante a primeira hora da manhã. Se é que se pode chamar de primeira hora, às onze horas. Pois tem sido assim... quando a casa dorme, meu pensamento desperta!
    Feliz ano novo!!

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu blog muito lindoo! aqui fiz meu blog com muito carinho, faça uma visitinha e segue lá. Estarei acompanhando sempre seu blog pois gostei muito http://tokcharm.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Texto forte e sincero, Luis, próprio de quem tem personalidade e se conhece bem! Admiro pessoas assim. Desejo pra você um novo ano maravilhoso, com sucesso e muitas conquistas. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. OLÁ lUÍS, ESTOU NUM ESTADO DE ESPÍRITO MUITO DECADENTE. ACHO ATÉ QUE JÁ SEQUEI MINHAS LÁGRIMAS, SEI QUE AINDA TENHO MUITAS PARA CHORAR.
    AMAR ALGUÉM É CAPAZ DE SER FACIL E DEPENDE DO SEU EU INTERIOR, MAS AMAR UM ANIMAL QUE DURANTE 15 ANOS SÓ NOS DEU AMOR E COMPANHIA VÊLO SOFRER E NÃO PODER FAZER NADA PARA O SALVAR, SABER QUE VAI FICAR SEM ELE A QUALQUER MOMENTO É DOR E DAS FORTES.
    POR ISSO AMIGO VENHO DESEJAR-TE UM ANO NOVO CHEIO DE ALEGRIA E TUDO DE BOM PORQUE EU NÃO TENHO MAS QUERO E PEÇO A DEUS QUE TODOS TENHAM E SEJAM MUITO FELIZES.
    BEIJINHOS AMIGO.

    ResponderExcluir
  10. Buenasss,Luis,Clive...
    Pensastes que te verias livre de mim em 2012,né?????
    Mas credo,para isso acontecer,deverias deixar de ser a pessoa querida que és;poderias até ser meio ranzinza...que continuaria contigo...rsrsrsrs...adoro amaciar os sentimentos por mim...rsrsrsrsrs...
    Ô...podes até deixar de me ver...não faz mal...quando isso acontece,só de pirraça,te visito e me delicio com o teu blog escondidinha,sem fazer me anunciar...achas que consigo ficar longe de ti????
    NUNCA,NEVER,NIE,JAMAIS...
    Ô...contigo aprendi a ser mais feliz,mais culta,mais carinhosa,mais tolerante,mais...mais...e porque não dizer...MAIS METIDA também...porque para onde eu vou, eu falo em BOM TOM(bem alto)...que eu só tenho blogueiros maravilhosos em minha vidinha...
    O problema é que nem todos acreditam que tu possas me tolerar...huaschuaschuasch...mas não estou nem aí...
    Beijo-te as palmas das tuas mãos,porque é com elas que tu me embalas para a vida...OBRIGADA!

    PS:A verdade???
    Estou fazendo control c e v para quem me visita sempre.
    Só pelo AMORDEDEUSI,não fica triste,tu sabes que eu sou uma loirinha de cachinhos louros dourados, de olhinhos azuis como a cor do céu,peitinhos ff(firmes e fartos),bundinha dura e substanciosa,coxinhas roliças,que usa batonzinho BOKA LOKA,uma gotinha de perfume no "cangote",que adora saltinho alto cobertos de pedrinhas de brilhantes e por isso tudo,sem tempo,pois todos me querem...afffffffffff...que é uma luta ser assim gostosa...ksksksksks...
    Preciso dizer que te gosto????

    ResponderExcluir
  11. Sempre formidavel amigo ,que as noite continuem e nos brindes com pensamentos puros de uma pessoa normal que nos faz colar a cada post que colocas ,um enorme abraço e um feliz ano novo

    ResponderExcluir
  12. Seus textos são muito bem escritos. Parabéns!
    Feliz 2013.

    ResponderExcluir
  13. Oi Luís, passando para desejar que tenhas um ano novo de muita paz e saúde, pleno de realizações. Feliz 2013!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Luis!
    Parabéns pelo texto..gostei demais da narrativa e da profundidade de pensamentos..pareceu-me que escreveu em um lapso direto, permitindo que as palavras e toda a cena fluisse de uma só vez. Acertei?
    Opa, valeu por ter curtido a zona cosplay do blog! o/ Sempre procuro trazer os melhores cosplays que encontro na web e reservo um espacinho para fotos de eventos relacionados.
    Vc chegou a frequentar eventos?
    Pode deixar! Agora em 2013 pretendo voltar mais ativamente ao blog, sempre com novidades.
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Você é livre para escrever. Interessante e muito profundo o seu texto.
    Muito bom.

    FELIZ
    ANO
    NOVO

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, Luis! Fiquei feliz pelo seu comentário no blog "Adeladia Lins". Obrigada pelo carinho.
    Vi seu post, e achei seu estilo interessante, bem dferente! Parece ousado na maneira de expressar-se! Muito bom, meu amigo! Gostei do seu jeito.
    Beijos e um ótimo 2013 com muita paz, saúde e todo o sucesso!
    Ah, se desejar participar do blog, será bem vindo, viu?

    ResponderExcluir
  17. Oi meu garoto!
    Você escreve do avesso, como eu aos 18 anos. São metáforas e mais metáforas gostosas de se ler e engolir para irem ao cérebro para não as esquecermos.
    O seu finalzinho não é pra mamãe não.rsrs.
    Mudei o meu conto, não tinha entendido direito o que a Cris tinhas proposto. Vá lá dar uma olhada.
    Eu adoro esse seu jeitinho doido de escrever. Você alegra meu dia.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  18. Tuas palavras fluem naturalmente, tornando-as poeticamente lindas,muito lindas!
    Adoro esse seu jeito de escrever.

    Obrigada pela sua visita e comentário gentil no meu blog.

    Bjo

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Boa tarde!
    Luis/Clive
    Tudo bem?
    eu li os dois q faltavam...Nada soa mais artificial que a avaliação pétrea de um comportamento. Ser humano é ser forte e frágil, mestre e aprendiz, herói e covarde, bonzinho e terrível.
    Há sentimentos, emoções, reações extremas dentro das pessoas que nunca são expostas. A convivência e à observação atenta pode até decifrar o papel escolhido para uma pagina de blogs, e nem sempre com extrema exatidão,... Não sei.
    Vamos pra mais um ano!Feliz 13 para nós
    Abraços
    ClicAki Blog(IN)FELIZ

    ResponderExcluir
  20. Nossa odeio regras e o tal tem que ser assim
    Sou a cada dia uma, e me amo por isso.
    Muito bom seu texto,
    Que o novo ano não seja como o outono da vida onde as folhas caem deixando apenas lembranças de dias bons e ruins, mas que seja como a primavera da vida que produz frutos e dos frutos sementes onde podem ser plantadas a cada dia e colhidas a cada amanhecer... Um super 2013.

    ResponderExcluir
  21. Muito bom seu texto!
    Gosto da liberdade tão natural nas tuas escritas,
    sempre bom vir aqui!
    Beijos
    Mariangela

    ResponderExcluir
  22. Olá querido. Como sempre escrevendo e encantando com as palavras. Desejo sorte na promoção lá do blog.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  23. Caro amigo

    Desejo que o Ano Novo
    se transforme em tua vida
    em Dia Novo,
    para que em todo anoitecer
    existam fogos de artifício
    para colorir os céus do teu olhar
    das mais singelas alegrias,
    e a cada amanhecer
    existam sonhos simples
    para dar novos sentidos
    a tua vida.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  24. Esse clive é mesmo um libertino que muito ainda tem a conhecer dessa vida..rsrs.

    Fico com um beijo no pescoço e beijo o outro lado!

    ResponderExcluir

Leia com atenção.
Não esquecendo que tudo é desenvolvido como poesia livre, seja uma crítica ou um ponto de vista.
Ninguém é obrigado a concordar, mas respeitar e ser sincero ajuda ^^