segunda-feira, 23 de julho de 2012

Relato de um Bom Homem:

Naquele tempo tudo era tão diferente! Os lugares tinham um gosto diferente e o desconhecido era sexualmente atraente. Acho que quando pouco se conhece, tudo soa excitante. Até minha timidez me mascarava com outro sabor. Um doce que escorria pelos meus lábios enquanto caçavam a visível inocência nos meus olhos.


E agora tudo parece eternizado num sonho. Como que irreal. Alucinógeno. Talvez eu nem tenha de fato tido aquelas brigas, roubado aqueles beijos ou desafiado os perigos. Mas tudo ficou gravado na minha história, como um pedaço arrancado do livro.

Eu até duvidava de tantas bondades. E as vendas que eram postas sobre os elogios velados me confundiam. Mas a adrenalina das descobertas - lentas, mas instigantes - era um tesouro resguardado.


Eu poderia até negar tudo que eu fui, e passar uma tinta branca no passado, dando a ideia de que tudo começou agora. Sem erros. Mas acho que seria inútil, afinal os erros e as ilusões criaram o personagem que hoje eu enceno. E cada parte dos questionamentos foram passos a serem dados. Inevitavelmente.


Eu só sinto falta daqueles amores que eu construía no silêncio. Sob pressão e fugindo dos flashes e das intempéries. Eu preferia aquele gostar inventado, que talvez nem existisse, mas que platonicamente me reinventava. Porque hoje minhas criações se limitaram. O que é, é. Simples e monocromático. Aquela aventura adolescente se extinguiu. E os amores que eu idolatrava, idealizava, não se erguem mais com a imaginação. Tudo que eu tenho a oferecer são minhas palavras pra você.


E talvez este seja um processo embutido da vida. Porque quanto mais eu acho que sei, é que eu percebo que ainda nem entrei no jogo. E como os cabelos que queremos ora longos, curtos, raspados, ondulados, lisos, tingidos, cobertos... O jogo da vida nos propõe a descoberta. E o que ganhamos em troca é a possibilidade de mudar. A metamorfose infinita das ideias. E o ontem que eu me sentia muito bem com cabelos curtos e bagunçados foi deixado pra trás. Não ignorado. Apenas eternizado. O agora me permite ousar, diferenciar. Utilizar o inimaginável. O que antes era incombinável. O que agora é descolado. Porque só o que importa é a busca pela mutação.


E no final é isso que eu almejo. Mais e mais personagens dentro da mesma história. Protagonistas suspeitos, com traços de vilania.

E ainda que o ontem fora mais afável e acolhedor, é pro amanhã que eu me visto. Como nas histórias em quadrinhos. Mas desta vez os heróis não são reconhecidos por usar capa e símbolos estampados no peito. E nem os vilões são tão ruins assim. Porque o tempo será responsável por desvencilhar a impunidade teatral da egomania.


E talvez num momento qualquer tudo volte a ser como antes, ao menos na memória. Onde os doces tem mais açúcar e os confrontos mais sangue derramado...


Exagerado. Eu sou mesmo exagerado!
Procuro um amor inventado...

29 comentários:

  1. com certeza seguindo d volta!
    xoxo ;*

    http://lorena-flor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá querido! tudo bem?
    Me desculpe a demora em vir conhecer você e seu Blog :/ só agora consegui vir...
    Já estou seguindo ;)
    Muito fofo seu texto viu ^^

    Grande beijo
    Luh

    http://luanaflordemulher.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Já estou seguindo!!
    bjs
    http://julialis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi querido que blog massa.. adorei o conteúdo as dicas são muito legais...
    Estou seguindo e espero sua visita, se gostar segue tbm...bjos!

    http://thaystravassos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Bom dia ...
    Olha eu aqui pra retribuir a visita e olha...teu blog é TOP....amei...

    seguindo vc...aparece tá???

    Um bjo e um sorrisooo

    http://elielmavasconcelospink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    adorei o blog, estou seguindo tbm.

    Amei o post! :)

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Que blog massa! Adoreeeeeeei, está de parabéns!

    Beijos!
    http://esmaltandoemfortaleza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  9. Adorei, seu blog é muito fofo!
    Espero a sua visita, e participe dos sorteios, você vai gostar :)

    http://larissacanziani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Muito bacana seu blog...adorei!!
    Quero te convidar a conhecer meu blog

    www.maisbelamulher.wordpress.com
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Gostei de seu blog...
    Adorei sua visita, volte sempre!

    Beijinhos
    Canela
    Ü

    ResponderExcluir
  12. Oi flor o blog é mesmo 10
    Eu adorei o texto ele é tudo o que eu quero dizer agora.

    Beijos e ja estou te seguindo

    ResponderExcluir
  13. adoro o fechamento do texto com cazuza
    =]


    Você usaria calça bicolor? http://goo.gl/DA07V

    Beijos

    Nathália - Fashion Jacket
    http://fashionjacket.blogspot.com.br

    FacebookTwitterTumblr

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook. Há um album cheio de inspirações e streetstyle que todas nós amamos para nos ajudar a compor looks ainda mais bacanas.

    ResponderExcluir
  14. Olá, retribuindo visita, adorei seu blog ><
    seguindo ^^

    ResponderExcluir
  15. Sim Lulis, com certeza os sapatos deixaram de ser paixão exclusiva das mulheres! Tem cada tenis, mocassim, sider, liiiindo pra homens que fico com super inveja! haha

    Obrigada pela visita, também já estou seguindo!
    Beijos!!

    http://blogfashion4fun.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. ei!
    vim retribuir a visita e ja estou te seguindo!
    mto legal seu blog! adorei o texto!
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Esse texto está muito interessante por vários motivos. Ao meu ver, em espacial, a finalização com Cazuza!
    ;)

    ResponderExcluir
  18. Interessante. Você tem alguma inspiração para escrever?

    Boa quarta pra você! ;D

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  19. Belos textos escreves Lulis,ainda não li todos,na verdade só consegui ler 3,e gostei demais dos três.Estarei seguindo sem dúvida,é um blog excelente.Grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. Eu sou mesmo exagerada também. Ótimo texto e uma ótima quarta pra você (:

    Pelos Dezoito
    @maaryale

    ResponderExcluir
  21. Nossa que espaço diferente o seu!
    Gostei muito dos textos, muito autênticos e criativos!
    Parabéns! Te seguindo...

    Bjs.

    BLUSA DE CAVEIRINHA PERFEITA SENDO SORTEADA LÁ NO BLOG:
    http://territoriorosa.blogspot.com.br/2012/08/sorteio-relampago-blusa-caveirinha.html

    ResponderExcluir
  22. Obrigada pela visita lá no blog!
    Boa semana pra vc!

    Super beeijos =*
    Me visita: Blog || Fanpage

    ResponderExcluir
  23. Olá, obrigada pela sua visita ao meu blog! Fique à vontade e volte quando quiser! A partir de agora também sou sua seguidora.

    Até!

    ResponderExcluir
  24. Lindo texto,lembrei dos meus anos rebeldes de adolescente em transição à fase adulta!OBG pela visita,bjus =)

    http://ondeacinderelaperdeuoscarpin.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. OOOPS De fato, temos algo em comum....

    bjs

    ResponderExcluir
  26. Ainda não tive tempo para ler tudo pois isto é um mundo mágico! Mas tou bastante curiosa!
    Sigo...
    Tenho de te dar os parabéns o teu blog é um máximo!
    Será que me podias ajudar a divulgar a minha história?! muito obrigada por tudo

    ResponderExcluir
  27. OI LULIS!
    ÉS JOVEM, TEU TEXTO RESSALTA, ESTA JUVENTUDE EM EBULIÇÃO,MAS, TE DÁ OS INGREDIENTES NECESSÁRIOS PARA QUE ESCREVAS MUITO BEM.
    GRATA PELA VISITA NO "SÓ PRA DIZER".
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  28. Venho retribuir sua visita.
    Obrigada,
    Dio


    ResponderExcluir
  29. Acho que td mundo procura um amor inventado e alguns inventam o que não há nos que acham e assim são felizes, convivendo com suas imperfeições
    Num mix releitura de Cazuza e Kid Abelha, adoramos amores inventados e procuramos evitar comparações entre flores e declarações e assim a vida continua, quem pode entender?
    Depois de nós mesmos, apesar dos muitos que nem se conhecem, os outros são os outros e só.
    Vim retribuir sua visita, depois volto com mais tempo para ler mais por aqui ;]

    ResponderExcluir

Leia com atenção.
Não esquecendo que tudo é desenvolvido como poesia livre, seja uma crítica ou um ponto de vista.
Ninguém é obrigado a concordar, mas respeitar e ser sincero ajuda ^^