terça-feira, 11 de setembro de 2012

Festa do Pijama e Cirurgia Plástica:

O ponteiro do relógio adormece. E todo um sorriso de carmim parece brotar na face subjetiva da noite, que agora já é banhada pelo beijo rubro escarlate da lua.

Sentado num banco improvisado, com vestes que entregam a inocência da juventude, e a céu aberto, como que numa celebração, conto as estrelas que caem (e junto delas pedaços da realidade).


Entre o plano e o impulso, entre a miragem e a imagem, entre o id e o ego, entre o doce e o amargo, há a sombra.

Agora com o mundo todo paralisado, anestesiado, os anjos sorrateiros das neblinas saem de suas moradias inventadas, vivendo do ócio e da sofreguidão. E eu na festa do pijama que contempla a imensidão no seu apogeu mais visceral, busco canções.

Não quero nada além do malte e da savana desta ilha. Porque aqui é onde as cores têm sabores e os amanheceres trazem gritos abafados de culpa. E eu não desejaria mundo algum ao meu redor.


Mas as pessoas são como porcelanas negras. Uma mancha que se abateu sobre o fracasso natural. E frágeis como são, devem ficar distantes. Pois sou desajeitado e de pouca malícia explícita. E apesar de combater os demônios com piedade, sou agressivo - passional. E elas (as feras aladas) implicam em retornar. Em silêncio. No silêncio. E ainda que este seja o triunfo sobre as psicopatias, eu sei como é temer a própria mente.


O ser humano é o androide vanguardista. Sem cyber peças, fios conectados ou luzes vermelhas. Ficamos só com o coração enferrujado mesmo. E sem sair desta linha de montagem, expomos e propomos um catálogo estético e moral. Um manual de instruções que ficou tão podre e amoral que não poderia ser pendurado em parte alguma, exceto na alma enfraquecida e limitada que nos rendemos.

E tudo sempre foi assim, como um menu de restaurante ou um cartaz de açougue. Onde os sentimentos e os desejos são descartáveis como as vísceras e entranhas do animal abatido. Antes ganhasse a morte, que um cadáver oco!


E só quando lá estive, sob a noite que me prestigiava e com os vagalumes, que como pequenas chamas incendiavam o ritual da noite, foi que renasci milhares de auroras numa madrugada. Donde um dia despertarei nesta caixa azul, com a certeza ainda mais reforçada de que não tenho as peças certas pra caber nesta história.

Onde agora o relógio retoma seu serviço e dá espaço à etimologia das nações: Fique bonito, ou morra tentando!

26 comentários:

  1. Oi! Vc convidou e vim conhecer seu cantinho!
    Gostei e vou ficar, estou seguindo :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada ♥.♥
    Ja estou seguindo aqui <3
    Adorei o texto <3
    Serio, de mais! Você escreve super bem, adorei a ironia do titulo <3

    http://www.leferblog.com

    ResponderExcluir
  3. Excelente a composição do texto. Dá pra sentir domínio das palavras e muitas entrelinhas ao decorrer de todo ele.
    Do título à última linha, é a descrição perfeita do mundo em que vivemos, nossa sociedade megalomaníaca.

    Obrigada pela visita ao TDT :)

    Abraços,
    Toca da Thamy.

    ResponderExcluir
  4. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei muito do seu jeito de interpretar o mundo através das palavras.
    Também sou gaúcha, somos quase vizinhos, kkkk
    bjos e boa sorte

    ResponderExcluir
  6. Adorei o seu jeito de escrever tão solta e desprevenida, deixou porta entreaberta pra que nós entrassemos, bj tou seguindo

    http://www.umamulherdefases.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto, mto autêntico e inspirado! :)

    Super beijo, Nah.
    http://despacotedazur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. obg pela visitinha, amei o texto seguindo de volta post novo xoxo http://fastfashionpink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Muito autentico seu texto,temos que morrer tentando sempre na minha opinião,obrigada por seguir comentar em meu blog,estou aqui retribuindo beijão

    sigo como;andrea cardoso

    http://compatilhandocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Lulis vc me convidou eu vim Adorei conhecer seu cantinho! obg pela visitinha
    o seu texto, muito autêntico e inspirado.
    obrigada por seguir comentar em meu blog,estou aqui retribuindo beijão

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto, bem inspirador. Já estou seguindo!
    beijos

    Marina Alessandra do blog Pelos Dezoito
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  12. Olá Lulis, obrigada pela visita foi um prazer imenso! Estou conhecendo e admmirando seu blog que é excelente; seu domínio e habilidade impressionam, parabens!
    Nely

    ResponderExcluir
  13. Oi Lulis obrigada pela sua visita, que bom fazer mais um amigo de blog, também já estou te seguino, te desejo um ótimo final de semana, beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bom?
    O texto é bem elaborada, adorei o uso das palavras, você escreve muito bem, parabéns!

    beijos
    Agenda Fashion

    ResponderExcluir
  15. Lulis,

    Gostei muito de seu blog e apreciei as palavras que disse, um contra isso ou aquilo, uma ironia em vista do mundo, um catálogo gigante que nos diz o que fazer ou não.

    Volte sempre ao Amor em Poesia, beijos.

    www.clalima07.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi adorei o blog.
    Já estou seguindo,se puder retribuir vou adorar.
    Muito legal seu post,gostei!


    http://www.alinefashionmoda.com/

    bJS

    ResponderExcluir
  17. Olá... Vim te fazer uma visitinha.. adorei o texto
    Ja to seguindo.. Quando possivel aguardo sua visita!
    Bjks
    ✿Daiana – Dias Melhores para Sempre!
    http://daidesiderio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Muito lindas as palavras,adorei o texto,já te siga tem um tempinho meu nome de seguidora é Sonha Gleide,vim agradecer seu carinho e por fazer parte do meu cantinho se não for pedir demais poderia seguir este blog de
    artesanato.Desde ja´agradeço tenha uma semana maravilhosa,bjus
    http://gleidedetudoumpouco.blogspot.com/(ARTESANATO)

    ResponderExcluir
  19. Nossa adoreiiiiiii!!!
    se quiser conhecer o meu blog tbm
    www.priscilafantini.blogspot.com.br
    estou de seguindo ;)

    beijossss

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Adorei o texto e obrigada pela visita lá no meu blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. OLÁ!

    OBRIGADA PELA VISITA E POR SEGUIR PANOS E ART.

    O TEXTO É SIMPLESMENTE MARAVILHOSO!

    ABREIJOS

    WWW.PANOSEART.COM

    ResponderExcluir
  22. Oi flor, seguindo seu blog *-* adorei aqui.
    E nossa que texto maravilhoso, parabéns.

    Obrigada pela visita.

    beijinhos!
    paixaoliteraria.com

    ResponderExcluir
  23. um texto muito bem construído, com frases de inegável beleza e profundidade.

    gostei!

    beij

    ResponderExcluir

Leia com atenção.
Não esquecendo que tudo é desenvolvido como poesia livre, seja uma crítica ou um ponto de vista.
Ninguém é obrigado a concordar, mas respeitar e ser sincero ajuda ^^